Home Saúde MEDIDAS PREVENTIVAS CONTRA O CARRAPATO

MEDIDAS PREVENTIVAS CONTRA O CARRAPATO

14
0
SHARE

É sabido que, uma vez fixado ao hospedeiro, um carrapato infectado leva um mínimo de seis horas para transmitir a riquétsia. Sendo assim, quanto mais rápido uma pessoa retirar os carrapatos de seu corpo, menor será o risco de contrair a doença.Quando uma pessoa é atacada por poucos carrapatos, torna-se relativamente mais fácil e prático retirar todos estes carrapatos num curto espaço de tempo. Por outro lado, quando uma pessoa é atacada por uma alta carga de carrapatos, dificilmente ela consegue retirar todos nas primeiras horas, passando alguns despercebidos por várias horas, ou até mesmo alguns dias. Diante de tais fatos, é obvio dizer que, quanto maior a população de carrapatos em uma área endêmica para febre maculosa, maior é o risco de se contrair a doença. Como não existem vacinas para serem utilizadas em humanos, como medidas profiláticas da febre maculosa, a medida preventiva mais eficaz é o controle das populações de carrapatos  a níveis mínimos, reduzindo substancialmente os riscos de infestação humana.

Quando a exposição a carrapatos é inevitável, recomenda-se o uso de mangas longas, botas e de calça comprida com a parte inferior dentro das meias, todos de cor clara para facilitar a visualização dos carrapatos, e após a utilização, todas as peças de roupas, devem ser colocadas em água fervente para a retirada dos mesmos. A organização Mundial de Saúde (1997) refere que repelentes para carrapatos não são comumente aplicados sobre a pele e sugere para prevenir ataques de carrapatos, a impregnação de roupas com PERMETHRIN a 0,5-1g de ingrediente ativo/m2 como o melhor produto, mas DEET e BUTOPYRONOXYL como sendo também efetivos. No Brasil, não se tem conhecimento sobre a eficácia da utilização de repelentes para carrapatos.

Veja mais: Vigilância Acarológica – Carrapato

Coleta de carrapato

Controle de carrapato

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here