RETRIEVER DO LABRADOR

Origem: Inglaterra. Na Groenlândia, seu país de origem, onde eram cães de pescador, eles praticamente foram eliminados, pois os seus donos não tinham recursos para pagar os altos impostos para mantê-los. Acredita-se que os barcos que transportavam bacalhau de Terra Nova para Poole Harbour trouxeram os precursores do Labrador para a Grã-Bretanha por volta de 1800. Grandes nadadores, de pelagem impermeável, foram usados
pelos pescadores para trazer as amarras que caíam nas águas.

Porte: Grande Continue lendo

RHODESIAN RIDGEBACK

Origem: África do Sul. Com uma longa crista simétrica de pêlos no dorso (eles nascem em direção contrária ao resto da pelagem), o Rhodesian Ridgeback, conhecido também por African Lion Hound, originou-se na África do Sul, no século 18, com os fazendeiros Boers. Nos séculos 16 e 17, holandeses e alemães migraram para a África com cães Dinamarqueses, Mastiffs e Bloodhounds. No início do século 18, a imigração européia foi fechada e as raças de cães européias começaram a cruzar com os Hottentots (cães nativos, selvagens e utilizados para a caça), originando os Rhodesians.

Porte: Grande Continue lendo

ROTTWEILER

Origem: Alemanha. Não se sabe ao certo a origem deste cão. Uns dizem que ele é 100% alemão. Mas a maioria dos especialistas acredita que ele descende de Molossos originário do Mastim do Tibete. Esses Molossos teriam sido levados pelos romanos que instalaram uma base militar avançada na região de Wurttemberg, no Sul do País.

Porte: Grande Continue lendo